"Dear Me!", dos East New Sound

"Dear Me!", dos East New Sound (remastered)

domingo, 5 de setembro de 2010

A Vague Dream...

"Quando pela janela
Presa por seus vizinhos,
Mostra o cenário mais irreal
Deste mundo feito de ninhos.

Serra de Sintra,
Toda ela um vulcão em erupção
Despoletando toda sua raiva
Com sua explosão.

Vejo tal cenário,
Inimaginável ao meu olhar,
E corro pelas escadas da minha casa,
Torpecendo sobre o início do luar.

A noite é grande,
E não me lembro do que andei,
Um sonho devo ter tido,
Só me lembro onde cheguei.

Estava numa casa,
Afastada pela escuridão
Com um colega
Nunca visto nesta imensidão.

Um telemóvel vejo,
E um nome se avizinha.
Esse nome me lembro
Mas lógica neste momento não é minha.

Um sentimento de revolta
Se aproxima.
Se espalha.
Me aniquila..."

Rebel Moon

E isto foi o que sonhei ontem... Uma coisa também: Uma data saiu-me da cabeça quando tive este sonho (como, não sei, não me lembro de ver essa data no sonho) :
8/9/10

6 comentários:

Anónimo disse...

ajuda me a escrever uma letra po 5pmn xD

Não têm nada a ver com o meu nome! disse...

trololol
que original, 8/9/10
É DOIDO XD

SoFt disse...

Muito bem!
Puseste o teu sonho em poema! Está bem feito :)
Também reparei que andas a ir ao dicionário :P

Parabéns! :D

Anónimo disse...

gosto muito de ti masé
beijinhos

Someone. disse...

Fazer de um sonho um poema... sim senhor, não é para todos! Nice job :) (eu primeiro que me lembre dos sonhos ... quanto mais poemas, bem bem...! xD)

Andreia disse...

Continua assim está muito giro! Beijoka